sexta-feira, julho 12, 2019

Aves e Morangos.

Eu nunca mais comi bolo de morangos.
Quer dizer...
Eu comi bolos
Eu comi morangos
Eu experimentei massas 
Eu experimentei recheios
Eu colhi frutas
Eu bati massas
Eu untei assadeiras
Eu passei a farinha
Eu liguei fornos
Mas eu nunca mais comi  o bolo de morangos.

Aquele bolo era um espetáculo.
Guarda uma fatia pra mim?

quinta-feira, junho 13, 2019

Lápide

Me assombra de novo
Me vem noutra noite
Me perturba outro sonho
Me rouba o apetite
Lembrança está viva
O avião de papel
O fantasma dos dias
Sou eu.

Neblina

Ali no canto
Embaixo da pia
Com as mãos sobre os joelhos
Com a cabeça entre as pernas
Eu estou com frio
Sozinho
E no escuro.

Encolhido na cama
Me debato contra o lençol
A fronha jaz em água
Eu me encontro perdido
Vestido e incomodado
Morrendo de medo.

O abismo que sobe
As paredes viscosas
O sangue de ferro
A montanha tão forte
Sou eu.

Caido em escombros
Soterrado em choros
Lutando comigo
Por mais um dia de dor
Em que eu agradecerei a Deus pela vida
E desejarei em dobro o seu fim.
Lá estou eu
Sozinho no escuro.