quarta-feira, julho 17, 2013

A torre

Ela entra no café com a roupa daquela cor que ele gosta, ou talvez ele goste, ele não enxerga todas as cores, mas veem os cortes as costuras, se acha um critico. Ela senta junto às outras pessoas, olhares trocados, confissões silenciosas, como sempre.
Ela será sempre sua? É uma dádiva ou uma maldição?
Ela esta com ele, tão perto, tão longe, tão clichê!
Ela diz esta na hora de ir, ela diz esta na hora de irmos. Tudo é uma questão de interpretação. A coruja esta aposta para ver cada palavra codificada. Seres mágicos, aves, e tudo o mais compete pela atenção de um autor.

O que é o amor?

O que é o amor?

Nenhum comentário:

Postar um comentário